Cerveja piauiense chegará aos bares em dezembro


Foto: Reprodução / internet

A Berrió do Piaui, produzida pela Cervejaria Teresina, já se encontra na fase de envase. Inspirada na identidade do povo do Piauí, a bebida terá como ingrediente principal da sua composição o caju, que também é produzido no estado. Até mesmo o nome da cerveja foi escolhido por base em uma expressão típica utilizada.


Bruno Biroli, gerente fabril da Cervejaria Teresina afirma que a produção entrou em fase final nesta segunda quinzena de novembro, e que a previsão é que em dezembro os piauienses já possam provar a Berrió nos principais bares e restaurantes do estado.


O processo de produção da cerveja se divide basicamente em quatro etapas:  brassagem, fermentação, filtração e envase. “No caso da Berrió, adicionamos o mosto de caju ainda na fase da brasagem. É ele que garante o aroma típico e a refrescância da cerveja piauiense”, explica Gabriela Pires, mestre cervejeira da Ambev.


A cerveja à base de caju já era um plano da multinacional Ambev, já que a fruta possui a segunda maior produção no país.


A proposta da cervejaria é criar um sabor regional no estado, a exemplo que já realiza nos estados do Ceará e Maranhão, onde produz cerveja à base de mandioca. Além disso, a empresa quer comprar a matéria-prima dos agricultores familiares, para gerar renda no sertão.

A Ambev é a maior fabricante de cerveja e refrigerantes da América Latina, com sede em São Paulo e várias fábricas no Brasil, inclusive no Piauí.  A multinacional lucrou R$ 12,1 bilhões em 2019.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário