Piauí alcança primeira colocação em acesso ao ensino superior no Nordeste

 


Foto: Reprodução / Internet
Entre os estados da região do Nordeste, o Piauí encontra-se em primeiro colocado quanto ao melhor percentual de matrículas no ensino superior, apontam dados do Anuário Brasileiro da Educação Básica 2020, com base em metas do Plano Nacional de Educação (PNE).



Em 2012, 14% dos jovens entre 18 e 24 anos estavam matriculados em uma graduação, em 2018 os dados subiram para 23,2%, crescendo 9,8 pontos percentuais. Em relação aos anos de 2018 e 2019, o estado piauiense manteve-se em alta com esses números, diferentemente dos outros estados que se mantiveram em queda.


A superintendente de Ensino Superior da Seduc, Maria de Lurdes Lopes afirma que este crescimento é reflexo dos investimentos realizados pelo Governo do Estado para reforçar o ingresso dos alunos oriundos da rede pública no ensino superior e que no último ano, dez mil alunos conquistaram vagas nas universidades públicas e privadas, seja pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou pelo Prouni, Fies, UAB e UAPI.


Ações como o Pré-Enem Seduc garantem ao aluno recém-saído do ensino médio a continuidade dos estudos para a inserção no ensino superior, oferecendo revisões na capital e interior do estado por meio de vídeo-conferências, lives, videoaulas, simulados e correções, realizadas pela plataforma Canal Educação nas escolas, via TV. A Seduc disponibiliza, ainda, o aplicativo para celular Canal Educação, em que os alunos assistem aulas gravadas e tiram dúvidas com professores.


O secretário de Estado da Educação, Ellen Gera aponta ainda que esta ação garantiu ao Piauí, pelo terceiro ano consecutivo, a menor taxa de ausentes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do Brasil, registrando 21,4% de abstenção no segundo domingo de provas, em 2019.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário