Noruega investiga morte de duas pessoas que receberam vacina contra covid-19 da Pfizer

 

A Noruega está investigando a morte de dois residentes de lares de idosos que morreram após receber doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech.


O diretor médico da Agência Norueguesa de Medicamentos, Steiner Madsen, disse em um comunicado: “Na terça-feira, 5 de janeiro, recebemos dois relatos de óbito ocorrido poucos dias após a vacinação. Os moradores dos lares para idosos receberam a vacina Comirnaty (BioNTech/Pfizer).


“Possivelmente, casos letais ocorrerão. Devemos estimar se a vacina é o motivo da morte ou não ou é mera coincidência que tenha ocorrido logo após a vacinação ”, disse Madsen.


A agência, juntamente ao Instituto Nacional de Saúde Pública da Noruega, estão investigando os óbitos.


Madsen também acrescentou ainda que, como as pessoas em idade avançada estão recebendo a vacina contra a covid-19 primeiro, é perfeitamente possível que as mortes sejam coincidentes.


O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse em uma entrevista que a empresa “não tem certeza” se aqueles que receberem sua vacina serão capazes de transmitir o coronavírus a outras pessoas.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário