Projetos de Guedes para destravar economia durante pandemia empacam no Congresso

 

Um levantamento realizado por uma empresa de consultoria política aponta que o ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitou ao Congresso Nacional 19 medidas a fim de blindar a economia brasileira contra os efeitos da pandemia do vírus chinês.


Contudo, até o fim de 2020, somente 3 propostas haviam sido aprovadas pelo Parlamento.


São elas: Marco Legal do Saneamento Básico – conjunto de regras que tratam da regulação do setor, abrindo espaço para a iniciativa privada; Lei de Falências – altera os procedimentos de falência e recuperação judicial; Plano de Equilíbrio Fiscal – repassa R$ 60 bilhões para estados e municípios, além de vetar o reajuste do funcionalismo até dezembro de 2021.


De acordo com o diretor da empresa que realizou o levantamento, Jorge Ramos Mizael, os avanços nos projetos dependerão da definição das novas presidências da Câmara e do Senado.


Na Câmara, por exemplo, há uma forte disputa entre os blocos dos deputados Arthur Lira (PP-AL) e Baleia Rossi (MDB-SP).


Lira se aproximou do governo federal ao longo de 2020 e é tido como o favorito de Bolsonaro para o posto.


Baleia, por sua vez, já foi oficializado como o nome apoiado por Rodrigo Maia (DEM-RJ) e partidos de esquerda.


“Se o Arthur Lira for o eleito, ele tem condições de imprimir um ritmo mais forte para essas matérias do governo e do Paulo Guedes, em especial”, opinou Mizael.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário