Assassino de filha de vereador de Paulistana vai a Júri Popular

Denis Deangelis Brito Varela, Juiz da Vara Única de Paulistana, decidiu em sentença na última segunda (08) que a materialidade ficou comprovada pelo auto de exame cadavérico e pelo auto de exibição e apreensão, indicando que a arma apreendida condiz com a que teria sido utilizada para causar as lesões que resultaram na morte da vítima e que sendo assim, Joab dos Santos Campos vá a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri pelo assassinato da ex-companheira, Evellin Pedrosa Rodrigues, filha do vereador Elias de Liberato.

 

“Isto posto pronuncio o acusado Joab dos Santos Campos, já qualificado pela prática do crime de homicídio consumado qualificado pelo motivo fútil, mediante recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa da vítima e pelo feminicídio em desfavor de Évellin Pedrosa Rodrigues, para que seja submetido a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri”, decidiu.

 

Denúncia

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí, Joab dos Santos Campos, de forma voluntária motivado por ciúmes e por meio que dificultou a defesa da vítima matou sua ex-companheira Evellin Pedrosa, no dia 29 de agosto de 2020.


Consta que o acusado chegou à residência da vítima, munido com uma machadinha, procurando por algum homem que estivesse lá dentro, dando-se início a uma discussão seguida de agressões. Posteriormente, Joab saiu da casa e foi seguido pela vítima, que havia se munido de uma faca.

 


 

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário