Temer não descarta disputar Presidência: ‘Se Brasil disser que sou solução’

 

O ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou que não está em seus planos disputar as eleições de 2022, mas que ele não afasta a possibilidade. Para o emedebista, quanto o assunto é política, “nunca se descarta nada”.

As declarações foram proferidas em entrevista ao canal Record News nesta última quarta-feira (1º). O ex-mandatário disse que a corrida ao Palácio do Planalto só seria provável caso a conjuntura indicasse que ele “é a solução”.

“Essa chamada terceira via, confesso que não está no meu horizonte. Entretanto, devo dizer, apenas por hipótese, se em um dado momento houver uma conjunção nacional, com vários setores, quase um Brasil inteiro dizendo que ‘ele é a solução porque já teve experiência, etc’, aí posso examinar”.

O ex-vice de Dilma Rousseff (PT) costuma aconselhar o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL). Ao mencionar a sua intermediação entre a Presidência da República e o Supremo Tribunal Federal (STF), em setembro, quando houve a divulgação de uma “Carta à Nação”, ele classificou a situação como um “fato modesto”.

Nos bastidores do MDB, no entanto, os caciques da sigla articulam para lançar o nome da senadora Simone Tebet (MS) caso a legenda decida ter candidatura própria ao governo federal.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário